Para que serve a prolina?

A maior parte da população desconhece a função da prolina e quais os benefícios pode promover ao corpo humano. Se você gosta de manter a sua pele saudável e gosta de se cuidar para prevenir os efeitos da rugas, saiba que a prolina é essencial para manter sua pele viçosa, pois está diretamente ligada à produção de colágeno. Mas as propriedades vão além da ação rejuvenescedora. Conheça a prolina e os seus principais benefícios para a saúde.

O que é prolina?

Prolina é um aminoácido não essencial produzido a partir do ácido glutâmico. É consumida indiretamente por meio de alimentos de origem animal, ricos em proteínas, como ovo, leite, queijo e carne, e em vegetais, como aspargo, agrião e alface. 

A prolina atua de forma indispensável na produção de colágeno junto com mais dois aminoácidos, a glicina e a hidroxiprolina. O colágeno equivale a cerca de 30% das proteínas no corpo humano. É responsável por dar sustentação, resistência e elasticidade aos tecidos das articulações, veias, tendões e músculos.

Cerca de 15% de todo o colágeno do nosso corpo é composto por prolina. Portanto, uma alimentação rica em prolina pode beneficiar a aparência da pele, prevenir e acelerar a cicatrização de lesões articulares, por exemplo.

Quais são os benefícios do consumo da prolina?

Apesar de muita gente não conhecer a prolina, proporciona uma série de benefícios em diferentes partes do corpo, veja quais são:

Mantém a saúde da pele

Como a prolina estimula a produção de colágeno, ajuda a melhorar a textura da pele. Devido à ação antioxidante, diminui os danos causados pelos radicais livres e mantém a pele com aspecto jovem e saudável.

Combate o envelhecimento

Geralmente a perda de colágeno ocorre a partir dos 30 anos, quando uma enzima passa a destruir as fibras de colágeno e a pele começa a envelhecer. Ao longo do tempo e com ação de outros fatores, como poluição, radiação solar, má alimentação e tabagismo, surgem as rugas, a pele fica mais flácida e muda de textura. A prolina ajuda a minimizar o envelhecimento natural da pele. Porque maiores concentrações do aminoácido na circulação potencializa a síntese de colágeno,  responsável pela sustentação e firmeza da pele.

Melhora a cicatrização 

O corpo produz, espontaneamente, mais prolina depois de ferimentos ou lesões para estimular a síntese de colágeno e acelerar o processo de cicatrização. Portanto, se organismo estiver com deficiência de prolina, a cicatrização ocorre mais lentamente e pode até ficar marcas na área lesionada.

Previne lesões 

Como a prolina, ajuda na formação de colágeno, ajuda a garantir músculos íntegros e articulações mais firmes e flexíveis. O aminoácido também auxilia na prevenção da perda de massa muscular com o fortalecimento das cartilagens e articulações que são, fortemente, exigidas durante a prática de exercícios físicos.

Saúde do sistema cardiovascular  

A prolina atua na prevenção da arteriosclerose, doença que enrijece a parede das artérias, devido ao acúmulo de gordura. Ajuda a desobstruir e melhora a passagem de sangue, além de fortalecer o músculo cardíaco. O aminoácido não só auxilia o fluxo de sangue para os músculos, como também previne complicações cardíacas como o enfarte.

Quais alimentos são ricos em prolina?

Veja alimentos que você pode incluir na sua alimentação para aumentar seu consumo diário de prolina:

  1. Carnes magras, como frango;
  2. Peixe; 
  3. Ovo;
  4. Leite desnatado; 
  5. Queijo cottage; 
  6. Iogurte;
  7. Gelatina sem açúcar e sem sabor;
  8. Soja;
  9. Nozes;
  10. Gérmen de trigo;
  11. Aveia;
  12. Farinha de trigo integral;
  13. Aspargo; 
  14. Abacate;
  15. Feijão;
  16. Arroz integral;
  17. Espinafre;
  18. Algas marinhas.

Suplementação com prolina

Normalmente, o corpo consegue produzir a quantidade de prolina de que precisa para garantir a formação de colágeno e a manutenção dos tecidos diariamente. Porém, pessoas vegetarianas ou que consumam pouca proteína, podem ter alguma deficiência. Neste caso, a suplementação pode ser uma alternativa. Também pode ser recomendada na menopausa e para quem passou por cirurgia ou está sofrendo com algum tipo de lesão nos tendões, ligamentos ou músculos, devido a ação cicatrizante da proteína.

Uma forma de suplementação de prolina é por meio do colágeno hidrolisado. Em partículas pequenas, a proteína é absorvida mais rapidamente pelo corpo. A versão em pó é mais consumida por ter baixa umidade e, por isso, uma durabilidade maior. Pode se manter estável, na embalagem, até cerca de cinco anos. Além disso, traz resultados mais efetivos por ser mais concentrado.

Geralmente a dose recomendada do colágeno hidrolisado em pó é de 10 a 20 gramas por dia, que equivale a uma ou duas colheres de sopa. Deve-se diluir a substância em meio copo de suco, leite ou iogurte, preferencialmente sem a adição de corante e adoçante.

Atenção! Somente o médico ou nutricionista pode indicar a suplementação de prolina, assim como o modo de consumo, depois de avaliar as particularidades e as necessidades de cada pessoa.

Contraindicações e efeitos colaterais da prolina

Geralmente a suplementação com prolina não provoca nenhum efeito colateral. É raro apresentar excesso do aminoácido na circulação, mas quem tem problemas no fígado ou nos rins deve evitar esse tipo de suplemento. Pois esses órgãos podem sofrer uma sobrecarga, já que são responsáveis pela excreção dos subprodutos da metabolização das proteínas. 

Também não é recomendado o consumo para pessoas com transtornos do sistema nervoso e celíacos (alérgicos a glúten).

Ficou com alguma dúvida? Entre em contato conosco será um prazer atendê-lo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: