Diferenças entre dieta hospitalar, hipercalórica e hiperproteica

Cada dieta tem um objetivo: perder, manter ou ganhar peso. Independentemente de qual seja, uma dieta busca melhorar o estado nutricional de uma pessoa de acordo com suas necessidades. É uma situação que está além da vaidade, mas que está ligada diretamente à autoestima. Sua saúde deve estar em primeiro lugar! Entenda o que diferencia a dieta hospitalar, hipercalórica e hiperproteica e saiba seus respectivos benefícios.

Qual a importância da dieta hospitalar?

A dieta hospitalar é importante, porque garante os nutrientes necessários para o paciente internado. Com papel fundamental junto ao tratamento de qualquer doença ou ao pós-operatório, a nutrição é responsável por ajudar o paciente a suportar as condutas terapêuticas empregadas e contribui para que o organismo se recupere, seja por via enteral ou oral. 

Além disso, a dieta hospitalar também influencia na experiência de internação. Quando é possível atender ao gosto pessoal do paciente e ele tem condições de mastigar e deglutir os alimentos, pode diminuir o sofrimento gerado por esse período em que ele está afastado de suas atividades rotineiras. O paladar tem valor afetivo e pode resgatar memórias. 

O que é dieta hiperproteica? 

A dieta hiperproteica é uma alimentação rica em proteínas e gorduras, com o consumo padrão de carboidratos. Quando é uma dieta a ser seguida em casa, são privilegiados diferentes tipos de carne, verduras e laticínios, por exemplo. 

Podem ser usados suplementos, como o whey protein, para complementar a quantidade diária de proteínas, quando a pessoa não consegue alcançar a quantidade desejada somente por meio dos alimentos ingeridos, isso ocorre muito com pacientes pós-bariátricos.

Como a proteína gera grande saciedade, esse tipo de dieta proporciona resultados sem que a pessoa sinta fome ou falta de energia. Também pode ser administrada via enteral, ou seja, por sonda.

Para que serve uma dieta hiperproteica?

Em casos de alimentação enteral, quando o paciente está em recuperação ou sofre de doença crônica, a dieta hiperproteica geralmente é recomendada para o fortalecimento da massa magra, pois a proteína atua diretamente na construção muscular. Também pode ser indicada para atletas que precisam emagrecer e ganhar massa magra.

A dieta hiperproteica ainda promove outros benefícios, como:

  1. Evitar sarcopenia (perda muscular em idosos);
  2. Dar saciedade;
  3. Prevenir riscos de quedas,principalmente em idosos.

Atenção! Qualquer tipo de dieta deve ser sempre indicado por um médico ou nutricionista. Pois são os profissionais habilitados para avaliar seu caso e verificar quais os tipos de alimentos devem ser consumidos para que você atinja seu objetivo, seja perder, manter ou ganhar peso, sem ficar desnutrido.

Alimentos permitidos na dieta hiperproteica

São permitidos na dieta hiperproteica alimentos com altos níveis de proteína e baixo teor de carboidrato, como:

  1. Carnes magras;
  2. Peixe; 
  3. Ovo;
  4. Presunto;
  5. Presunto de peru;
  6. Leite desnatado;
  7. Leite de amêndoas;
  8. Queijos brancos;
  9. Iogurte desnatado;
  10. Acelga;
  11. Couve;
  12. Espinafre;
  13. Alface;
  14. Rúcula;
  15. Agrião;
  16. Chicória;
  17. Cenoura;
  18. Repolho;
  19. Tomate;
  20. Pepino;
  21. Rabanete;
  22. Azeite de oliva ou de linhaça;
  23. Azeitonas;
  24. Castanhas;
  25. Nozes;
  26. Amêndoas;
  27. Chia; 
  28. Gergelim;
  29. Abóbora;
  30. Abacate; 
  31. Limão.

Devem ser evitados carboidratos, como cereais, pão, macarrão, arroz, farinha, batata, batata doce e mandioca. Além de grãos como os feijões, grão de bico, milho, ervilha e soja.

Alimentos ricos em açúcar, como biscoitos, doces, bolos, refrigerantes, mel e sucos industrializados, não devem ser consumidos na dieta hiperproteica. Mesmo sendo saudáveis, frutas contêm grande quantidade de açúcar, não devem ser consumidas em grandes quantidades.

O que é dieta hipercalórica?

A dieta hipercalórica prevê alto consumo de calorias, com uma alimentação rica em carboidratos e gorduras boas.  São consumidas mais calorias do que se gasta ao longo do dia, o que promove o ganho de peso. 

Atenção! Isso não significa comer alimentos calóricos com baixo teor nutritivo. Ter esse tipo de hábito fará mal a sua saúde, pois ganhará peso de forma errada.

Para que serve uma dieta hipercalórica?

A dieta hipercalórica é indicada para quem tem dificuldade de ganhar peso, seja por conta da genética ou de algum problema de saúde. O principal objetivo é evitar que a pessoa fique desnutrida.

Portanto, é fundamental seguir uma dieta hipercalórica com produtos especializados de alto teor nutritivo. O Isosource, por exemplo, é um suplemento que pode complementar a sua dieta, seja por via oral ou enteral, para chegar à quantidade de calorias recomendada pelo médico ou nutricionista.

Além de promover o ganho de peso, a dieta hipercalórica proporciona benefícios, como:

  1. Melhora no estado nutricional;
  2. Ganho de massa magra;
  3. Mais força e energia;
  4. Melhora a recuperação e reconstrução muscular.

Alimentos permitidos na dieta hipercalórica

São permitidos na dieta hipercalórica alimentos com teor calórico, como:

  1. Batata doce;
  2. Mandioca;
  3. Aveia;
  4. Germe de trigo;
  5. Pão integral;
  6. Arroz integral;
  7. Queijos;
  8. Ovo;
  9. Manteiga;
  10. Carnes magras;
  11. Nozes;
  12. Castanhas,
  13. Frutas.

Existem riscos nessas dietas?

Dietas quando orientadas e acompanhadas por um profissional, seja médico ou nutricionista não causam danos à saúde. Pelo contrário, buscam melhorar o estado nutricional com o consumo de alimentos mais adequados para o seu perfil nutricional.

Quando feitas por conta própria, dietas podem agravar um problema de saúde que você já tenha ou sobrecarregar alguns órgãos responsáveis pela absorção e excreção dos nutrientes. 

É uma questão que vai além da vaidade. Uma pessoa magra ou com excesso de peso pode estar completamente desnutrida. Lembre-se de que o que você vê no espelho nem sempre é o reflexo da sua saúde!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: